25 janeiro 2018

Mudanças internas e externas

Oi meus amores, tudo bem?

O post de hoje é só pra gente conversar e refletir sobre algumas coisas que estão acontecendo nos últimos tempos na minha vida! Vocês sabem que eu amo desabafar e deixar vocês por dentro dos últimos acontecimentos da minha vida.

Então, esse ano de 2018 é um ano de grandes mudanças e transformações na vida. Sabe quando você sente ser tudo muito diferente? Estou sentindo isso. Acho que muito do que sinto está relacionado ao fato de ter concluído a Faculdade de Direito em dezembro de 2017. A sensação de ter fechado um ciclo e está iniciando em outro me causa de um lado alivio, e de outro muita insegurança.

Agora eu estou com 23 anos, formada, namorando, precisando tomar muitas decisões na minha vida que serão decisivas para o meu futuro, como por exemplo, qual pós-graduação eu quero fazer? Onde fazer e como irei fazer? Preciso conseguir me dividir entre o Blog, minha família e também a dedicação aos meus estudos para a OAB e também para o meu namorado.

Mas, de todas as mudanças que esse ano poderia ter me dado, a maior delas foi me aceitar e querer voltar para o meu cabelo natural. Foi uma coisa que veio tão do nada sabe, mas, que gritou no meu coração com força total e eu realmente estou muito empenhada em como eu vou levar isso adiante. 

Não vou entrar em muito detalhes, porque eu já contei aqui os motivos que me fizeram querer passar pela transição capilar, como vocês podem ver aqui: VAI TER AMANDA ONDULADA, SIM. TRANSIÇÃO CAPILAR DE UMA ONDULADA e também quando contei porque eu cortei os meus cabelos clique aqui

A maior mudança externa que eu tive foi cortar os meus cabelos que eram bem longos e passar a aceitar meu cabelo como ele realmente é: ondulado, frizzado e com muito volume. É uma mudança que está nítida, e graças a Deus eu tenho recebido mais comentários de apoio do que de criticas.

Finalização com a Gelatina VAI TER VOLUME SIM, SALON LINE.
Porém, a maior mudança interna de todas essas coisas foi o amadurecimento que eu conquistei de um ano para o outro. Parece que simplesmente do fato de concluído o Ensino superior, já fez de mim uma pessoas mais confiante e um pouco mais pé no chão, responsável. E por os meus pés estarem tão firmados no chão, eu não ligo mais para o que as pessoas pensam ou deixam de pensar sobre quem eu sou.

Eu tenho consciência da mulher que eu sou e estou me tornando, e isso basta sabe. Eu não dependo mais da aprovação das pessoas para fazer as coisas que tenho vontade, por que eu só quero me agradar. Mesmo, que isso incomode aqueles que eu estou acostumado a fazer as vontades.

Preciso confessar, eu estou muito feliz da forma que eu estou hoje, e quero que mais pessoas possam se aceitar, e ser quem elas querem ser. Nunca se esqueçam que NINGUÉM É OBRIGADO A NADA NESSA VIDA (exceto se tiver na lei, rsrs).

Um grande Beijo e até o próximo post.